• O Buscador

A nova ordem masculina

Vá à academia, peque peso, coma carne, seja frio e não demonstre sentimentos, seja distante, faça sentirem sua falta, tenha um carro carburado, beba cerveja, seja alfa, coma bosta... Cara, você também vê em dezenas de lugares receitas mirabolantes ensinando o homem a ser homem?


Fique comigo até o final desse artigo que você vai conhecer a verdadeira ''ordem masculina'', sem ideias superficiais e sem receitas imbecis.


Mas antes entenda que o homem realmente precisa acordar, ele ainda está adormecido e preso ao passado, tentando replicar um modelo arcaico tendo em mente apenas a superficialidade do que é ser homem... Eu trabalho com homens já a alguns anos e vou te contar um segredo.


Na semana passada fiz uma enquete para todos os homens que seguem O Buscador no Instagram, lancei a seguinte pergunta:


''Você se sente um homem completo ou sente que ainda te falta algo?''


E adivinha... 100% dos homens responderam que não se sentiam homens completos!


Homens de 40, 35, 20 anos... homens de todas as idades responderam que sentiam que faltava algo para se sentirem um homem completo.


O que será que está acontecendo com os homens de hoje? Se você também é um desses homens que acredita que falta algo, esse artigo vai esclarecer muita coisa para você.


Vou te contar uma coisa engraçada que me aconteceu a alguns anos atrás.


Meu pai é daqueles homens do modelo antigo, empresa, trabalho, sinuca, boteco, cigarro de palha e uma barreira emocional, eu amo aquele cara, hoje ele tem 55 anos. Eu cresci vendo ele trabalhar com uma agressividade, sempre correndo, sempre ligado, nunca parava, sempre trabalhando muito, ganhando a vida dentro de um carro girando centenas de quilômetros por dia. E cresci vendo isso, esse era o modelo de homem com o qual eu cresci.


A alguns anos atrás eu chamei ele para conversar porque queria lhe dizer algumas coisas. Fui até a casa dele, ele comprou umas cervejas para nós e depois de um tempo conversando coisas do dia-a-dia eu abri o jogo:


''Pai, eu não me sinto um homem ainda, apesar de já ter mais de 25 anos.''


Eu tinha comprado minha casa a poucos meses, e sentia que me faltava algo ainda, então decidi falar com aquele cara que para mim era um exemplo de força e determinação.


Abri o jogo para ele. E eu nunca vou me esquecer do que ele me disse, foi algo que eu jamais esperava escutar:


''Victor, eu sempre corri muito e trabalhei daquele jeito porque eu sempre acordava atrasado.''


E continuou:


''Eu também acho que não tenho a força que seu avô tinha.''


Se um homem igual àquele achava que ainda lhe faltava algo, eu não sabia mais quem poderia se sentir um homem completo.


Então eu refleti por um tempo e cheguei à seguinte conclusão:


Nós aprendemos a pensar que os modelos de masculinidade são nossos antepassados. E se seguirmos essa premissa voltaríamos ao tempo das cavernas. Claramente esse não é o caminho.


Qual é a ordem que devemos seguir então?


Quando olhamos para os grandes homens da história podemos ver claramente qual é a ordem masculina. Mas pessoas de mente pequenas se baseiam na superficialidade, apenas no que os olhos veem, isso pode tanto enganar como ser até mesmo perigoso.


A ordem que os homens devem seguir, e também as mulheres, é a ordem da Maturidade.


Essa é a verdadeira palavra-chave.


Maturidade


O que eu via meu pai fazendo? O que meu pai via meu avô fazendo? O que os ''gigantes'' da história fizeram que deixaram seus nomes marcados na história?


Eles trabalharam em prol de um ideal.


Sacrificaram seus desejos, suas vontades egoicas, o conforto e o prazer momentâneo, o anseio por um vida descomplicada, livre de responsabilidades e compromissos em favor de algo maior e talvez mais importante para eles do que eles mesmos.


Você vive uma batalha todos os dias, é uma batalha interna entre o que você quer fazer e o que você deve fazer.


Para que seus ideais se materializem você precisa de disciplina, paixão, esforço, determinação, agressividade, proatividade, poder de ação, autodomínio e sacrifício.


Mas ao mesmo tempo que você deseja lutar pelos próprios ideais, você tem uma parte de você que quer uma gratificação momentânea, um prazer mais imediato. Ficar deitado até mais tarde, comer mais um pouco, assistir mais TV, jogar mais uma partida, fazer corpo mole, curtir preguiça... Fazer o que se somos biologicamente programados para isso?


Mas a conquista da maturidade é exatamente você vencer essa luta interna, sacrificar seus desejos e vontades egoicas, seus impulsos, sua reatividade, vencer seus velhos condicionamentos que te aprisionam e te impedem de crescer e de expandir, em favor de algo mais importante do que tudo isso, seus ideais, seus valores, suas virtudes e seus princípios.


Essa é a nova ordem, Maturidade e Crescimento.


Mas Victor, eu não vou mais comer bolo de chocolate? Eu não vou beber mais cerveja? Eu não vou mais poder curtir uma preguiça no sofá domingo enquanto eu como uma pizza e bebo uma Coca-Cola?


Não entenda errado. Também precisamos de gozar desses prazeres, mas essas escolhas devem ser feitas conscientemente.


Seus impulsos não podem ser mais fortes que os seu desejo de alcançar seus ideais.


Quando você perde para si mesmo todos os dias. Quando você tem o hábito de fazer sempre o que é mais fácil, mais confortável, seguro e prazeroso, seus ideais, valores, princípios e objetivos que na maioria das vezes irá demandar sacrifício, disciplina, foco, determinação e uma série de outros atributos irão ficar por último e talvez você jamais os veja realizados.


Você sabe exatamente quando ''falha'', sabe quando precisa fazer algo mas não faz, ou escolhe fazer o que é mais confortável e prazeroso. Você sabe exatamente onde estão seus ''pecados''.


Você sabe exatamente quando você acorda atrasado e escolhe ficar mais na cama ao invés de levantar e fazer o que precisa ser feito, e por isso pensa que lhe falta agressividade, determinação, autodomínio...


Você sabe exatamente onde esta ''pecando'', e sabe exatamente o que te impede de ser o homem que deseja ser e conquistar o que deseja conquistar, por isso você acredita que te falta algo.


Pense aí:


Onde você está pecando? O que está te impedindo de ser maior, de crescer, de ser o homem que você deseja ser?


Na verdade não falta nada, você está tendo a mesma luta interna que todos os homens estão tendo e todos os homens que já viveram tiveram.


A luta entre o eu interior primitivo que escolhe ser pequeno, fazer sempre o mais fácil, confortável, prazeroso e que prefere permanecer no mundo conhecido, e o seu eu superior que quer ser grande, que quer conquistar, que quer crescer e se expressar com toda a grandeza que você sabe que tem.


Você sabe quem está ganhando nessa luta interna.


A nova ordem é a conquista da Maturidade, o Autodomínio e o Crescimento.


Cara que bom que você chegou até aqui.


Se esse post gerou valor para você, deixe seu like, comente ai embaixo e compartilhe com algum amigo que você acredita que precisa ler isso.


Um abraço

Victor Maroto

O Buscador














0 visualização0 comentário